top of page

3 fatores que impactam a geração de energia solar

O território do Brasil possui condições climáticas e geográficas excelentes para a geração de energia solar. Isto pois, há elevados indicies de radiação solar sobre o território do país durante todas as estações, se comparado a outros países que também investem em energia solar.

Todavia, ainda assim, é necessário considerar que existem fatores que são capazes de impactar de forma negativa o desempenho que a usina fotovoltaica irá alcançar. Portanto, é primordial que o projeto de uma usina fotovoltaica seja planejado de modo que alguns destes fatores não sejam capazes de influenciar no desempenho dos equipamentos da usina.

Continue a leitura abaixo e descubra 3 fatores que impactam na performance da geração de energia elétrica em sistemas fotovoltaicos.


1- Sombra sobre os módulos fotovoltaicos


O sombreamento sobre os módulos é um dos principais fatores que interferem na geração de energia solar. O dimensionamento do projeto fotovoltaico deve considerar os fatores que podem vir a provocar sombreamento, principalmente em horários do dia em que há o pico de geração de energia. Ainda que o sombreamento atinja apenas 1 módulo da usina, a produção de energia em todos os outros painéis da instalação é atingida. Isto ocorre, pois, as células do módulo fotovoltaico com sombreamento interrompem a geração de corrente elétrica, dessa forma, o mesmo funciona como uma carga limitando a corrente de todos os outros módulos que estejam em série. Sendo assim, o sombreamento irá determinar a potência de operação de todos os painéis que estão na mesma MPPT (Maximum Power Point Tracking). O sombreamento pode ser provocado por diferentes fatores. É possível classificar os tipos de sombreamento da seguinte forma:

  • Sombreamento temporário: em função da queda de folhas, excrementos de pássaros ou nuvens, por exemplo.

  • Sombreamento permanente: construções próximas ao sistema, ou vegetações, por exemplo.

  • Sombreamento do próprio sistema: nos casos em que a sombra de um módulo se sobrepõe a outro módulo da instalação.

É primordial minimizar os impactos do sombreamento sobre os painéis. Logo, ao definir o local em que os painéis serão instalados é importante observar o local com baixa ou nenhuma incidência de sombras, principalmente entre o horário de 09h da manhã até as 15h da tarde. Em alguns casos em que o telhado possui muitas águas (direções do telhado) é interessante estudar a viabilidade de inserir microinversores na usina fotovoltaica ao invés de um inversor string. A alternativa dos microinversores torna mais prático o arranjo dos painéis. Normalmente estes dispositivos podem estar conectados a no máximo 4 módulos, assim, os melhores pontos com radiação no telhado podem ser aproveitados nas distintas águas do mesmo.


2 - Inclinação e orientação dos módulos fotovoltaicos


Outro fator capaz de impactar na geração de energia solar é a inclinação e orientação que os módulos do sistema fotovoltaico são instalados. A geração de energia tende a ser maior quando a incidência do feixe luminoso é vertical ao plano do painel.

No entanto, a luz solar se movimenta durante todo o dia e entre as estações do ano, logo, a condição ideal apresentada dificilmente será possível. Em relação a orientação, é necessário buscar no telhado ou local da instalação a orientação ideal. A orientação recomendada varia em função do hemisfério. Visto que o Brasil está no hemisfério Sul, recomenda-se que os módulos sejam instalados voltados para o Norte geográfico. Um telhado que não é voltado para o Norte inviabiliza a instalação? A resposta é NÃO! Ainda que a recomendação seja que os módulos sejam instalados voltados para o Norte geográfico, é possível gerar energia caso seja necessário instalar os painéis apontando para outra direção. No entanto, haverá perdas na eficiência desse sistema. Dessa forma, o dimensionamento do projeto deverá considerar o impacto de tais perdas.


3- Falta de manutenção na usina fotovoltaica


Por fim, a falta de manutenção é capaz de influenciar de forma negativa na geração de energia solar. Uma instalação fotovoltaica não demanda elevado custo com manutenções, mas é necessário que ao menos 1 vez ao ano seja feita uma inspeção na instalação.

A finalidade dessa inspeção deve ser verificar o inversor, averiguar todas as conexões da instalação, e fazer o reaperto dos bornes. Dessa forma é possível identificar com antecedência eventuais falhas em potencial.

Além disso, os fabricantes recomendam que seja feita a limpeza da superfície dos módulos fotovoltaicos. A frequência com que a limpeza deverá ser feita depende muito do local de instalação e da quantidade de partículas de sujeira no ar da região. A eficiência do sistema fotovoltaico e seu desempenho na geração de energia são diretamente afetados caso a limpeza dos painéis fotovoltaicos seja negligenciada.

Quer descobrir dicas sobre como realizar a limpeza dos painéis? Confira o artigo: "Como realizar a limpeza dos painéis fotovoltaicos? Confira as dicas!".

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page