• mariabianchinibarrozo

Carro movido à Energia Solar: Lightyear One será lançado em 2021

A empresa de mobilidade holandesa Lightyear, em parceria com a Bridgestone, maior fabricante de pneus do mundo, lançará carro movido à energia solar.





Programado para entrar no mercado até o final de 2021, o Lightyear One é o carro que pode ser carregado em qualquer lugar, tanto nas tomadas de casa quanto pelo sol, revolucionando o mundo da mobilidade. O carro gasta 83 kW por km e chega a andar 725 km sem precisar de recarga, mais do que os 595 km da concorrente Tesla. Se o dia estiver ensolarado, os 5m² de painéis solares distribuídos pelo teto, capô e traseira seguem simultaneamente carregando o carro, podendo fornecer energia para mais 70 km rodados por dia.


O Lightyear One é o carro de 5 lugares mais aerodinâmico que existe, atingindo um coeficiente recorde de 0.20. Possui quatro motores, um em cada roda, com um sistema de transmissão com 97% de eficiência. Os motores entregam um controle de tração aprimorado que maximiza a eficiência do uso da energia em todos os tipos de solo. Os pneus Bridgestone, com sua tecnologia ENLITEN e Ologic combinadas, têm uma resistência ao rolamento super baixa e exigem menos matéria prima. Isto significa que há uma redução de 90 kg no peso total do carro, sem comprometer a quilometragem de desgaste e de aderência dos pneus.



A Lightyear foi fundada por um grupo de graduandos da Universidade de Eindhoven, na Holanda, que se juntou para participar do World Solar Challenge em 2013. O grupo, que ganhou todas as edições desde então, garante que as células solares dos painéis são 20% mais eficientes que as tradicionais. Estas células são envoltas por um vidro de segurança que as protege também das condições climáticas severas e eventuais danos. Os painéis são de fato capazes de gerar mais energia do que o carro é capaz de gastar, sendo possível terminar determinada jornada com o carro mais carregado do que este estava em seu início.


Alcançando até 507 km por hora de carga, o carro suporta até 60 kW de carregamento rápido. O CEO da Lightyear, Lex Hoefsloot, declarou em uma entrevista para a Forbes que os próximos modelos do Lightyear One ainda precisarão ser carregados com alguma frequência, mas que eles desejam que o carro consiga chegar ao ponto de ser energeticamente neutro, produzindo sua própria energia. Atualmente, os carros são feitos sob encomenda e custam €$ 150 mil (cerca de R$ 800 mil). Mais de 120 carros já foram encomendados, mas a empresa prevê que por volta do ano 2023 100 mil Lightyear Ones sejam produzidos a cada ano, com o preço chegando a €$ 50 mil (por volta de R$ 300 mil).


O objetivo da Lightyear é desenvolver a mobilidade limpa na indústria automotiva. A atual produção de energia por outros meios não tem condições de suprir toda demanda dos carros do mundo, fazendo com que ainda seja muito dependente dos combustíveis fósseis. O consumo é muito grande e tende a aumentar para acompanhar os países em desenvolvimento. A Lightyear quer levar o desenvolvimento sustentável da indústria automobilística para todos os lugares e todas as pessoas, disse a vice presidente de Marketing Tessie Hartjes. Desenvolver o sol como fonte de energia já é parte do presente e dominará plenamente o futuro. Venha fazer parte deste presente e deste futuro!


38 visualizações0 comentário