• mariabianchinibarrozo

Energia Solar ao Redor do Mundo

Enquanto o Brasil ocupa a 9ª posição no ranking de países que mais instalaram energia solar em 2020, muitos outros países seguem pelo mesmo caminho. O aquecimento global e suas consequências ocupam cada vez mais o primeiro plano das discussões ao redor do mundo, seja por governos, seja pela ONU, empresas, organizações e indivíduos. A mudança global das matrizes energéticas para fontes renováveis já começou!




Atualmente, quase metade de toda produção de energia da Alemanha vem de matriz solar. O país investe na produção de energia solar independente, auxiliando seus cidadãos na instalação de sistemas solares fotovoltaicos e incentivando a venda do seu excedente para seus vizinhos ou de volta para a companhia de energia elétrica. Por ser um país pequeno relativamente ao Brasil e com baixa incidência solar, é extraordinário que seja ele o terceiro país do mundo no ranking de produção de energia solar, atrás somente da China, que corresponde a 25,8% da geração global, e do Japão.


Em quarto lugar vêm os Estados Unidos, que publicaram um estudo que mostra que o país tem potencial para que, até o ano de 2035, a matriz solar componha 40% de sua produção de energia. Este estudo reforça com as promessas de campanha do Presidente Joe Biden, que reinseriu seu país no Acordo de Paris e tem trabalhado para implementar seus ditames.


Mais à Leste, na Ásia, um grande exemplo de país que está investindo pesado em energia solar é a Índia. A capacidade de geração solar da Índia cresceu mais de cinco vezes desde 2016. O homem mais rico do país, e também do continente, anunciou em Julho deste ano que investiria cerca de R$ 50,5 bilhões em energia solar. Durante o anúncio, Mukesh Ambani (ressalte-se, ele mesmo um bilionário do setor de combustíveis fósseis) declarou que vê na energia solar o futuro da eletricidade. O governo do país planeja alcançar o marco de 280 GW de potência instalada até 2030.


Em um dos países mais ricos em petróleo do mundo, o Iraque, a mesma empresa que descobriu o ouro negro no país um século antes, a francesa Total Energies, agora volta ao país para não só criar um método menos poluente de extração de petróleo, como para investir em usinas de geração solar de energia. O projeto entre a empresa e o país já foi fechado e o investimento será de US $ 27 bilhões.


Na Europa, a empresa sueca IKEA, que é a maior vendedora de móveis do mundo, começará a vender energia solar em Setembro de 2021. O plano da multinacional, que já fabrica e comercializa painéis solares, é prover energia solar para seus clientes e, com isto, gerar um movimento mundial para influenciar seus trabalhadores, clientes e parceiros a migrar para a matriz de energia renovável.

Estes são apenas alguns exemplos de como ao redor de todo planeta Terra pessoas, empresas, grupos e governos já apostam na energia solar como a melhor opção de matriz energética. Uma matriz que é limpa, renovável, de fácil instalação e acesso. Uma fonte abundante, gratuita, estável e acessível.




2 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo