top of page

Plano Safra 2023/2024 impulsiona crescimento da energia solar no agronegócio brasileiro

O agronegócio brasileiro se destaca como um setor essencial para a economia nacional, impulsionando o desenvolvimento do país. Para apoiar e fortalecer esse importante segmento, o governo brasileiro adota anualmente o Plano Safra, uma política agrícola abrangente que busca incentivar o agronegócio e oferecer suporte aos agricultores. O lançamento do Plano Safra 2023/2024 ocorreu no mês de junho de 2023, totalizando R$ 364 bilhões em recursos disponíveis, tendo como destaque a atualização de linhas de crédito a fim de disponibilizar financiamentos para investir em energia renovável e outras práticas sustentáveis, capazes reduzir a emissão de gases que intensificam o efeito estufa. No decorrer deste artigo, vamos apresentar o que é o Plano Safra, e detalhar como este programa funciona. Além disso, analisaremos as vantagens da utilização da energia solar para o agronegócio, abordando os benefícios econômicos e ambientais que essa fonte renovável de energia pode proporcionar aos produtores rurais.

O que é o Plano Safra?

O Plano Safra é uma política agrícola adotada pelo governo brasileiro para incentivar a produção agropecuária e apoiar os agricultores do país. É lançado anualmente e estabelece as diretrizes e os recursos disponíveis para financiamento e investimentos no setor agrícola. O principal objetivo do Plano Safra é promover o desenvolvimento sustentável da agricultura brasileira, garantir a segurança alimentar, estimular a produtividade e fortalecer o setor rural. Ele abrange diversas ações e programas que visam melhorar as condições de produção, armazenamento, comercialização e logística do agronegócio.

Destaques do Plano Safra 2023/2024

O Plano Safra 2023/2024 se destaca por seu incentivo à adoção de práticas agrícolas ambientalmente sustentáveis. De acordo com o programa, quem adotar práticas de produção agropecuária sustentáveis, como a produção orgânica, bioinsumos, tratamento de dejetos na suinocultura, energia renovável, rebanho bovino rastreado e certificação de sustentabilidade, terão direito a essa redução nas taxas de juros. Tais reduções nas taxas de juros podem ser aplicadas de forma independente ou cumulativa, permitindo aos produtores uma redução de até 1 ponto percentual na taxa de juros de custeio, caso cumpram ambos os requisitos. O Programa para Financiamento a Sistemas de Produção Agropecuária Sustentáveis (RenovAgro), anteriormente conhecido como Programa ABC, permite o financiamento de diversas práticas sustentáveis, como a recuperação de áreas degradadas, integração lavoura-pecuária-floresta, agricultura orgânica, sistemas de energia renovável(incluindo a energia solar), e muito mais, com foco na redução das emissões de gases de efeito estufa. Como novidade, o programa amplia o apoio à conversão de pastagens degradadas em produção agrícola, com uma taxa de juros especialmente baixa de 7% ao ano. Além disso, o Plano Safra deste ano destaca o fortalecimento dos médios produtores rurais, com maior disponibilidade de recursos para custeio e investimento, juntamente com um aumento do limite de renda bruta anual para o enquadramento no Pronamp, considerando a elevação dos preços dos produtos agrícolas. Isso resulta em taxas de juros mais baixas para aquisição de máquinas e equipamentos agrícolas, bem como um aumento no limite de financiamento de investimentos no Pronamp.

Quais são as vantagens da energia solar para o agronegócio?

  • Redução de Custos com Energia Elétrica: Ao investir em sistemas de energia solar, os agricultores podem reduzir significativamente seus custos com energia elétrica. A energia solar é uma fonte renovável que permite que o investidor tenha a autonomia de gerar a própria energia diminuindo a dependência da rede elétrica convencional e reduzindo os gastos mensais com eletricidade.

  • Sustentabilidade Ambiental: A energia solar é uma fonte de energia limpa e renovável, que não emite gases de efeito estufa nem poluentes durante sua geração. Ao adotar a energia solar, os agricultores contribuem para a redução das emissões de carbono, a preservação do meio ambiente e a promoção da sustentabilidade no agronegócio.

  • Valorização da Propriedade: A instalação de sistemas de energia solar valoriza a propriedade rural, agregando um diferencial sustentável e tecnológico ao empreendimento. Além disso, a utilização de energia solar pode contribuir para a certificação e a obtenção de selos de sustentabilidade, abrindo portas para mercados exigentes e consumidores conscientes.

Como usar o Plano Safra para financiar investimentos em energia solar?

A Evosolar, uma empresa especialista em soluções de energia solar, se coloca à disposição como parceira estratégica para orientar e auxiliar seus clientes a aproveitarem ao máximo as vantagens do Plano Safra no investimento em energia solar. Com sua vasta experiência e conhecimento no setor, a Evosolar oferece suporte abrangente, desde a avaliação das necessidades energéticas da propriedade até a elaboração de projetos personalizados e a assistência no acesso às linhas de crédito disponibilizadas pelo Plano Safra.

Será um imenso prazer conversar sobre como podemos juntos tornar o seu negócio ambientalmente sustentável, por meio da energia solar. A Evosolar atua em mais de 50 cidades do Brasil, vamos junto de você construir um futuro mais verde e próspero! Entre em contato e saiba mais detalhes!

Posts recentes

Ver tudo

1 Comment


Rafael Lutterback
Rafael Lutterback
Sep 05, 2023

Excelente conteúdo!! o plano safra é uma ótima oportunidade pra quem é produtor rural e precisa reduzir suas contas de luz ! Essa informação precisa chegar a mais pessoas !

Like
bottom of page